logo
14.07.2020 · Vereador Dr. Wilson Sami
Dr. Sami defende uso de protocolo para tratamento precoce da Covid-19
sami_audiencia_1

Nesta segunda-feira (13) a Câmara Municipal de Campo Grande promoveu a Audiência Pública sobre a Insuficiência e os preços abusivos da Hidroxicloroquina nas farmácias da Capital em tempos de Covid-19.

O debate promovido pela Comissão Especial em Apoio ao Combate à Covid-19, contou com a participação de especialistas da área da saúde e representantes de entidades relacionadas, como Conselho Regional de Farmácia e Procon.

Médico e defensor do uso do medicamento no combate à doença, o vereador Dr. Wilson Sami (MDB) destacou a importância do tratamento precoce, que pode salvar vidas e evitar maior disseminação do vírus e que a questão não é política e sim, de saúde.

“É necessário o tratamento precoce a nível ambulatorial. Não podemos ficar omissos, pois, como médicos, temos uma arma nessa luta enquanto não temos a vacina. Temos o mecanismo de ação. Somos médicos e fizemos o juramento de salvar vidas”, afirmou o vereador, que reforçou ainda a necessidade do tratamento com prescrição médica e aceitação do paciente.

Outro problema apresentado durante o debate foi o aumento abusivo dos medicamentos, além da ausência dos mesmos, devido à procura sem prescrição médica.

O presidente do Conselho Regional de Farmácia, Flávio Shinzato, relatou a necessidade de fiscalização e apoio contra aumento abusivo de preços pelo fabricantes. Segundo o farmacêutico, a Ivermectina – que integra o protocolo de tratamento, subiu quase 400%.

Quanto ao problema, Dr. Sami reforçou a necessidade de cautela e responsabilidade, já que a automedicação é arriscada.

“Não se deve utilizar nenhum medicamento sem prescrição. A busca pela cura e prevenção em meio a esta pandemia pode levar as pessoas a medidas desesperadas. O uso do protocolo deve ser, indispensavelmente, prescrito pelo médico”, ponderou o vereador.

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.