logo
13.08.2020 · Vereador Pastor Jeremias
Vereador Pastor Jeremias enaltece lei da Capoterapia como prática integrativa e complementar do SUS a nível municipal
vereador_pastor_jeremias_flores

O vereador Pastor Jeremias Flores, co-autor do Projeto de Lei nº 9.293/19 que dispõe sobre a inclusão da Capoterapia no SUS e Assistência Social do município de Campo Grande, celebra juntamente com a comunidade campo-grandense, a aprovação pelos vereadores, deste relevante projeto que agora passou a ser a Lei 6.293/19.

Sancionada pelo prefeito municipal, a Lei 6.293/19, autoriza o Poder Público a incluir a capoterapia nas práticas integrativas em saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS e na Secretaria de Assistência Social do Município de Campo Grande.

A capoterapia consiste na prática que parte de uma terapia corporal, inspirada nos movimentos e gestualidade da capoeira, onde requer: a defesa da saúde pública, no respeito do direito individual de proteção da saúde e defesa da pessoa idosa, também o exercício da capoterapia com elevado grau de responsabilidade, diligência e confiabilidade, assentando na qualificação profissional de quem a exerce e na respectiva certificação e licença pelo órgão responsável.

A lei também garante a promoção do bem-estar da pessoa idosa, socialização e inclusão dos idosos nos programas disponibilizados no município, nos Centros de Convivência e  fortalecimentos de vínculos e a complementaridade com outras profissões de saúde, incluindo a reinserção da Pessoa com Deficiência, tendo apoio terapêutico as pessoas com problemas de saúde mental, deficiência intelectual, portadores de síndromes e transtornos.

O apoio terapêutico e fortalecimento das atividades de mobilização das pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida, também faz parte da Lei 6.293/19 e ainda são considerados habilitados para o exercício da capoterapia o profissional que: Estiver capacitado e licenciado pelo órgão regulador da capoterapia.

Pastor Jeremias acredita na eficácia, das novidades que surgem no campo terapêutico, pois a nível de mundo sempre tem surgido terapias onde profissionais tem desempenhado seu papel, e como vereador, se declara muito feliz em poder fazer parte deste relevante projeto, que se tornou Lei Municipal. 

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.